quarta-feira, 13 de junho de 2018

Do Jeito Que Elas Querem | CRÍTICA


Talvez a maior graça de uma comédia com um conhecido elenco veterano reside no fato de que boa parte deste viveu tanto e tão intensamente que isso acaba se fundindo às suas personagens. Logo, isso não poderia ser diferente com Do Jeito Que Elas Querem (Book Club) que, estrelando as célebres Jane Fonda, Diane Keaton, Candice Bergen e Mary Steenburgen, é dono de um humor leve e agradavelmente picante e que muito fala sobre os perfis das mulheres que passaram do sessenta anos.

Escrito pelo diretor Bill Holderman em parceria com Erin Simms, o filme apresenta essas quatro senhoras de respeito e bem sucedidas que, desde a juventude, se reúnem para fazer um clube do livro e debater a obra lida no mês. Nada de estranho e incomum no comportamento de Vivian (Fonda), Diane (Keaton), Sharon (Bergen) e Carol (Steenburgen) até que uma delas decide renovar a tradição e coloca cópias de "Cinquenta Tons de Cinza" à mesa, fazendo umas se afetarem com o teor erótico da leitura enquanto outras redescobrirão o amor por mera coincidência.

Paris Filmes/Divulgação)

Apesar de seu roteiro de conflitos e pontos de virada bastante previsíveis, sem contar alguns cenários digitais baratos, é divertido atestar que Do Jeito Que Elas Querem sabe dosar a comédia pastelão com expressões ambíguas (traduzidas ao pé da letra por aqui e sem a mesma conotação sexual) enquanto lapida um drama sobre aquelas mulheres. Jane Fonda, belíssima em seus 80 anos, vive uma empresária do ramo hoteleiro que dispensou o matrimônio a vida toda, mas quando um antigo paquera vivido por Don Johnson reaparece diante de Vivian, a então independente dama reconsidera um colo para dormir. Diane Keaton, que em boa parte da carreira interpretou mulheres que precisavam lutar duas vezes mais para conquistar seus direitos, nada mais quer do que um pouco de liberdade após o falecimento do marido e do hiper-protecionismo das duas filhas. Bergen faz a típica senhora que, mesmo em um alto-escalão profissional, começa a entender que não há idade para namorar de novo enquanto que Steenburgen tenta reacender a chama do casamento logo quando o marido (vivido por Craig T. Nelson) se deixou acomodar.

Utilizando a trilogia de E.L. James como um catalisador para as motivações das protagonistas (o que não quer dizer que honre a escrita rasteira da autora) e na criação de incidentes cômicos, Do Jeito Que Elas Querem tem em seu elenco coadjuvante um chamariz dos bons: Andy Garcia, Alicia Silverstone, Katie Aselton, Richard Dreyfuss e seria inconcebível não mencionar a participação de Wallace Shawn também. Assim, se para a turma da "melhor idade" o filme pode servir de inspiração para não pensar duas vezes em aproveitar a vida ao máximo, ele acaba mostrando à juventude que a diversão nunca acaba com o passar dos anos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário