sábado, 30 de abril de 2016

Listão dos Trailers – Abril /2016


Abril foi um mês de grandes estreias no cinema e vem muito mais por aí. Enquanto o "verão americano" se aproxima prometendo vários blockbusters, os estúdios também se preparam para acalentar a vindoura temporada de ouro.

Se você ficou de fora de alguma prévia, chegou a hora de ver os próximos lançamentos!

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Better Call Saul (2ª Temporada) | CRÍTICA


É inegável que Breaking Bad trouxe uma linguagem renovadora no que se refere ao modo de se fazer séries de televisão. Dos pontos de vista inusitados e as jornadas sem volta de seus personagens tão marcantes, as câmeras sempre estiveram a favor da narrativa, permitindo-se inclusive na extensão dos planos que por vezes tornaram as locações no Novo México em cenários com um pé no místico. Encerrado o arco de Walter White/Heisenberg, ainda havia a sede de conhecer mais sobre esse universo que alcançou recordes na audiência em sua temporada final e, quando anunciaram as duas temporadas de Better Call Saul, esta nova série criada por Peter Gould e Vince Gilligan conseguiu manter o alto nível de qualidade, algo raro quando se trata de retomada de franquias. 



terça-feira, 26 de abril de 2016

Julieta | Assista ao primeiro trailer do novo filme de Almodóvar


A Universal Pictures acaba de divulgar o primeiro trailer internacional de Julieta, do espanhol Pedro Almodóvar, já com legendas em português. O longa é um dos destaques do Festival de Cannes deste ano e marca o retorno do diretor ao evento, cinco anos depois de apresentar o elogiado A Pele que Habito, com Antonio Banderas. 



quinta-feira, 21 de abril de 2016

Capitão América: Guerra Civil | Assista a vídeos de bastidores


Capitão América: Guerra Civil tem acumulado boas impressões até agora, após sessões restritas para a imprensa no exterior. Concentrando elogios nas cenas de ação, parte desse êxito se deve ao trabalho de direção dos irmãos Anthony e Joe Russo, que já haviam dirigido o filme anterior de Steve Rogers (Chris Evans), sempre com planos enérgicos feitos com um minucioso trabalho de câmera.

Aparentemente, este estilo continuará em Guerra Civil e até o dia 28 de abril, será difícil escolher qual lado ficar, apesar de ser um filme do Capitão América. Considerando possíveis spoilers, que tal conferir vídeos de bastidores?

O Caçador e A Rainha do Gelo | CRÍTICA


De todos os filmes que vieram após a trilogia O Senhor dos Anéis nestes últimos dez anos, com seus temas épicos e fantásticos levados a sério, conta-se nos dedos as produções que chegaram a atingir o mesmo grau de credibilidade de seus elementos e, o mais importante, a aceitação do público. Polêmicas a parte, Branca de Neve e O Caçador conquistou sua audiência trazendo uma narrativa sombria com criaturas fantásticas convincentes, um conto de fadas moldado para o gosto contemporâneo, além da irresistível atuação de Charlize Theron. Na sede de estabelecer mais franquias, a Universal Pictures expande este mundo mágico, mas assim como um elemento da trama, a sequência da aventura cai nas mãos erradas e generaliza tudo o que tinha de bom no filme de 2012.

terça-feira, 19 de abril de 2016

No Mundo da Lua | CRÍTICA


Na Terra ou No Mundo da Lua, o que prevalece são os laços familiares promovidos pela amizade. Nesta animação do espanhol Enrique Gato, há uma paixão incomensurável pelo cinema americano e seus arquétipos, assim como em As Aventuras de Tadeo. Na propulsão adquirida por recentes filmes espaciais, o diretor e equipe olham para o céu na busca de uma história que agrade as pessoas de todas as idades, mas podem deixar as mesmas com aquela agridoce sensação do "já vi isso antes".

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Ave, César! | CRÍTICA


Assim como nos áureos tempos romanos, Ave, César! (Hail, Caesar!) remonta a uma época de expansão de uma luxuosa Hollywood dos idos de 1950, com suas fitas de grandes produções dominando cada vez mais as salas de cinema mundo afora e o estrelismo de seus artistas garbosos, muito favorecidos pelas luzes e lentes, se amplificando em uma espécie de culto politeísta lucrativo. Da venda de um estilo de vida influenciado pelos rostos sorridentes na tela às fofocas sobre os mesmos publicadas em tabloides de qualidade duvidosa, pouco a pouco, Los Angeles era tomada por zunidos de escândalos e discussões que, se duvidar, permanecem num círculo vicioso até hoje e assim por diante. 


quarta-feira, 13 de abril de 2016

Batman vs Superman | As curiosidades do filme em números e mais


Apesar de críticas negativas, outras positivas, além da reação mista de fãs e público em geral, a Warner Bros. Pictures continua celebrando o sucesso de Batman vs Superman: A Origem da Justiça nos cinemas. Líder na bilheteria brasileira há 3 semanas, o Brasil registrou números maiores que a China, Reino Unido e México, sendo o território com o melhor resultado internacional e ficando atrás apenas do mercado americano, faturando R$15 milhões e sendo exibido em 1290 salas. O filme já arrecadou, até agora, mais de R$102 milhões e é o filme mais lucrativo do estúdio no país.

Confira algumas curiosidades sobre a produção e elementos do filme, além de uma cena deletada que pode antecipar a trajetória dos próximos longas.

domingo, 10 de abril de 2016

Conheça os vencedores do MTV Movie Awards 2016!


Um dos principais veículos de massa propagadores/influenciadores da cultura pop nos Estados Unidos e no mundo, a MTV realizou neste domingo (10) a edição 2016 do seu Movie Awards, uma das premiações que levam bastante em conta o gosto popular e menos caucasiana que a o último Oscar, apresentado aqui por Kevin Hart e Dwayne "The Rock" Johnson.

Veja a lista dos indicados e seus ganhadores do troféu da pipoca dourada, incluindo os links das críticas. Quem foi o grande vencedor? De uma galáxia, muito, muito distante....

Decisão de Risco | CRÍTICA


Quando se fala em drones, é bem provável que uma das atribuições mais imediatas para tais aparatos seja a de vigilância. Operados remotamente por um piloto há quilômetros de distância, pode-se analisar um tráfego urbano, alcançar lugares de difícil acesso ou, no caso da operação militar de Decisão de Risco (Eye In The Sky), ficar na cola de um grupo terrorista, estando igualmente a disposição para eliminar o alvo, mas a que custo? Enquanto os soldados que estariam em solo permanecem a salvo em suas bases, o preço da paz ainda é caro para os civis prestes a receber este fogo cruzado – assim como para aqueles que estão por trás de toda essa operação.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Rua Cloverfield, 10 | CRÍTICA


Sem alardes prévios, a Bad Robot de J. J. Abrams lançou no início do ano o primeiro trailer do que viria a ser uma sequência indireta de Cloverfield: Monstro, o misto de drama com horror e ficção-científica e que, com o roteiro de Drew Goddard (Perdido em Marte) e dirigido por Matt Reeves (Planeta dos Macacos: O Confronto), fez um trabalho inteligente com o arbitrário recurso da found footage em 2008. Rua Cloverfield, 10 mantém o ilusionismo dos trabalhos da produtora, que entrega um filme mais intenso e virtuoso do que o seu original.


quinta-feira, 7 de abril de 2016

De Onde Eu Te Vejo | CRÍTICA


Seja no campo, no litoral ou no coração de uma metrópole, chega uma hora em que as pessoas sentem o clamor por mudanças, sejam elas internas ou externas. Inclua aí uma vontade de botar tudo pra fora, a necessidade de contar para alguém esses sentimentos que chegam a influenciar o rumo das nossas vidas, por bem ou por mal. Fazendo uma média das milhões de pessoas que moram na capital paulistana, mas esquecendo de ousar mais, De Onde Eu Te Vejo aproveita o melhor da eloquência de Denise Fraga para nos contar o dia-a-dia de uma família contemporânea, longe de ser tradicional e perfeita.


terça-feira, 5 de abril de 2016

Voando Alto | CRÍTICA


Em anos de Jogos Olímpicos, o mundo costuma concentrar suas atenções nas centenas de atletas que, por anos a fio, dedicam-se aos esportes por pura aptidão prática ou por uma idônea motivação para contornar os problemas da vida. O meio futebolístico, em específico, ano a ano se torna cada vez mais desprezível por ser um mercado lucrativo apenas para cartolas e jogadores, com seus contratos milionários e o brilho temporário dos holofotes dos canais de TV. Aquela sensação de que cada atleta está lá justamente pelo espírito de competição e consagrar seu talento esportivo parece algo cada vez mais raro, assim como os filmes que se propõem a contar a trajetória de atletas notórios de forma bem humorada. Saudoso e cômico, Voando Alto (Eddie The Eagle) não derrapa ao contar o salto da inesperada carreira olímpica de Eddie Edwards.