segunda-feira, 29 de junho de 2015

Netflix lança quinta temporada de Hora de Aventura em julho


Hora de Aventura, ou Adventure Time, é um dos desenhos mais aclamados dos últimos tempos e encerrou sua sexta temporada no Cartoon Network no início do mês de junho de 2015. Por sorte, as peripécias de Jake, o Cão, e Finn, o Humano, também estão disponíveis no serviço de TV online da Netflix em quatro temporadas, até agora.

Dando continuidade ao final intrigante da quarta temporada, a quinta leva de episódios é a maior do programa até agora e promete muitos eventos divertidos na Terra de Ooo.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Minions | CRÍTICA


Perto da trajetória de três adoráveis irmãs órfãs em conquistar a amarga figura de seu pai adotivo, a história central de um vilão redimido de Meu Malvado Favorito quase se ofuscava. Tudo porque os diretores Pierre Coffin e Chris Renaud criaram também uma centena de pequenos e arteiros assistentes amarelos para ajudar Gru em suas vilanias, e como eles chamaram a atenção! Com seu engraçado dialeto poliglota e a tendência à traquinagem, os Minions tomaram conta e foram a verdadeira graça dos dois filmes. E é neste prelúdio que as animadas criaturinhas podem finalmente ser protagonistas de suas próprias e boas aventuras.



quarta-feira, 24 de junho de 2015

Os vencedores e impressões do 4º Olhar de Cinema


Após a exibição de 91 filmes durante 9 dias de festival, foram divulgados os vencedores da 4ª edição do Olhar de Cinema. A cerimônia aconteceu no Teatro Paiol e contou com a apresentação da banda Regional Sabiá. Confira a lista de premiados e nossas impressões sobre o festival.


terça-feira, 23 de junho de 2015

Um calendário cheio de animações até 2016


Quem ainda diz que desenho é "coisa pra criança", precisa rever seus conceitos pra ontem. Não é surpresa que os roteiros de séries de filmes como Madagascar venham com indiretas e piadinhas "adultas" e até muitos títulos da Pixar trazem mensagens profundas em momentos onde os pequenos só encontram graça nos visuais dos personagens. 

Do segundo semestre de 2015 até 2016, vai ter muita animação pra rir e se emocionar. Assista já aos trailers do que vem por aí!


sexta-feira, 19 de junho de 2015

Anjos da Revolução | CRÍTICA (4º Olhar de Cinema)


Bastou o nome do diretor, Aleksey Fedortchenko, aparecer na tela para arrancar alguns risinhos da plateia curitibana, antecipando a sensação do que viria a ser o filme a seguir: pitoresco, estranho, e levemente engraçado. Choque cultural, já que se trata de um filme falado numa língua alheia à nossa realidade, com situações estranhas e uma narrativa difícil de apreender.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Violência | CRÍTICA (4º Olhar de Cinema)


A tênue linha entre o bem e o mal está facilmente presente no nosso cotidiano. Somos testados sempre quando lidamos com outras pessoas em ocasiões que nos exigem fazer o que é certo por etiqueta. Às vezes, impera dúvida e arriscamos escapar da regra. A transgressão dos bons valores gradativamente pode resultar em tipos de agressões. Seja no Brasil ou na Colômbia do diretor Jorge Forero, isto se chama Violência.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Lugares Escuros | CRÍTICA


O mercado literário nos Estados Unidos é tão influente que consegue "ditar" alguns nichos de leitura e, com isso, gerando adaptações cinematográficas. O sucesso de Garota Exemplar, livro escrito por Gillian Flynn e roteirizado pela mesma no filme de David Fincher, é prova de que um novo estilo de suspense, daqueles que tocam os tempos da crise recente, é o que veio para ficar um tempo. Sem o mesmo impacto do caso da "Incrível Amy", Lugares Escuros (Dark Places) traz uma história de reviravoltas revisitando um massacre familiar no passado.


terça-feira, 16 de junho de 2015

Homem-Carro | CRÍTICA (4º Olhar de Cinema)


Houve um tempo, isto é, a partir de uns cinquenta anos, em que o Brasil começou a ver carros diferentes circulando pelas ruas do país, com suas formas arrojadas e sem ostentar os brasões das grandes companhias estrangeiras. Uma era em que um grupo de designers como João Gurgel e Anisio Campos procuravam criar automóveis bonitos e práticos para todo bom brasileiro. O tempo passou e os sonhos se tornaram lembranças que Anisio decidiu organizar com a ajuda incansável de sua filha Raquel Valadares, culminando nesta nostálgica e carinhosa jornada documentada chamada Homem-Carro.


segunda-feira, 15 de junho de 2015

A Proletarian Winter's Tale | CRÍTICA (4º Olhar de Cinema)


No debate que sucedeu a primeira sessão (lotada) de A Proletarian Winter's Tale, o diretor Julian Radlmaier afirmou que sua obra, embora com um bom contexto social, procura evocar o surrealismo. Não por menos, o castelo alemão onde os três imigrantes da Geórgia passam a trabalhar com todo o desleixo permite muito mais que a divagação; sonhos e contos passam a ser revelados pelos três enquanto tramam um plano arriscado, em meio a uma curiosa e sutil comédia.

sábado, 13 de junho de 2015

Koza | CRÍTICA (4º Olhar de Cinema)


Em 1996, Peter Baláž foi atleta de pugilismo nas Olímpiadas de Atlanta. Quase 20 anos depois, numa Eslováquia bastante decadente e sem praticar seu esporte, Baláž mora com sua companheira, Miša, numa casa precária e ainda com uma filha para criar. Falta dinheiro e, para agravar a situação, Miša descobre estar grávida. Ela cogita o aborto, ele quer seu primeiro filho legítimo. Como Baláž vai garantir o sustento? Voltando aos ringues.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Animais Fantásticos e Eddie Redmayne no elenco do derivado de Harry Potter


Eddie Redmayne, conhecido por seus papéis em Os Miseráveis e A Teoria de Tudo, filme que lhe deu o Oscar de Melhor Ator, ingressa no mundo mágico de Animais Fantásticos e Onde Habitam, um novo filme inspirado no universo de Harry Potter e com autoria da própria J.K. Rowling. 


quarta-feira, 10 de junho de 2015

Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros | CRÍTICA


Demorou mais de uma década para que a Ilha Nublar fosse ocupada novamente, tanto por humanos como pelas criaturas que há milhões de anos passaram por aqui. O retorno ao "parque dos dinossauros", desta vez, precisava ser mais grandioso, mais letal. Tudo para agradar um público que, alega-se, estava cansado dos mesmos dinossauros. Um desafio que os geneticistas dentro de Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros conseguiram bater, mas assim como os realizadores do novo filme, não sabem de fato com o que estão lidando.  

Sob O Mesmo Céu | CRÍTICA


Uma tempestade se aproxima no Havaí. Daquelas que fazem o povo local remexer as velhas lendas de suas divindades, tão ofuscadas hoje pela globalização trazida pelos branquelos americanos em sua ocupação militar. Tudo pode mudar ou não nessa arrastada volta de um veterano de guerra, confuso entre os interesses opressores de um bilionário ou o amor motivado pelo calor havaiano.

Começa a 4ª edição do festival Olhar de Cinema


A partir dos dias 10 a 18 de junho, a capital paranaense exibirá uma extensa e especial programação de filmes brasileiros e internacionais, curtas e longas metragens, inéditos e clássicos restaurados, além de importantes discussões e mesas de debates relacionados ao tema Cinema. É o Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba que emplaca sua 4ª edição com um total de 91 filmes de 32 países e muitas atividades.

sábado, 6 de junho de 2015

Listão dos Trailers – Junho/2015


Cá entre nós, 2014 foi fraco pra filme. Expectativas demais, conteúdo de menos, com ressalvas para as surpresas. Este ano, há uma leva maior de títulos, mas por enquanto as grandes revelações ficaram nas séries originais da Netflix e, claro, em Mad Max: Estrada da Fúria. Pela quantidade a seguir, coisas boas (ou não) estão a caminho.

Sem delongas, vamos logo aos trailers porque o número é grande!

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível | CRÍTICA


A década de 1960 certamente foi um período em que a humanidade esperava se lançar para um futuro utópico. Tal pensamento refletia na arquitetura, nas artes, na engenharia, até mesmo no cinema de Jacques Tati, trilhando um promissor caminho para o amanhã. Faltava à humanidade, no entanto, algo que fizesse seus sonhos tomarem forma, deixando o conformismo de lado. Faltava o espírito escapista e otimista que Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível busca encontrar e repassar.


quarta-feira, 3 de junho de 2015

A Espiã Que Sabia de Menos | CRÍTICA


Em seus filmes anteriores, Melissa McCarthy provou que sabe mandar bem na comédia, mostrando que não é preciso ter um corpo bem definido pra mandar bem na ação. Com A Espiã Que Sabia De Menos (Spy), o diretor Paul Feig e McCarthy retomam a parceria para debochar de mais um subgênero do cinema: os filmes de espionagem.