quarta-feira, 29 de abril de 2015

Noite Sem Fim | CRÍTICA


Depois de um êxito surpreendente protagonizando agressivos filmes de ação recentes, Liam Neeson sem dúvidas ocupa o posto que um dia já pertenceu a Nicolas Cage ou a outros atores com seus personagens de tiro certeiro e poucas coisas pra falar. Noite Sem Fim (Run All Night), contrariando um estigma, está mais para um drama de reconciliação entre pai e filho do que tiros e perseguições a todo o momento.


Para o Que Der e Vier | CRÍTICA


Funerais de familiares, que cenário propício para começar a "lavar roupa suja" com os parentes, ainda mais quando o que está em discussão é a herança milionária do pai falecido. De um lado, a superficialmente correta Terry (Amy Poehler), e vindo da cidade grande, junto com o tarado e âncora de telejornal Steve Dallas (Owen Wilson), o chapado e barbudo Benjamin Baker (Zach Galifianakis). Se há um caminho para momentos muito engraçados culminando para uma redenção, eis que Para o Que Der e Vier (Are You Here) opta por uma entediante trajetória.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Vingadores: Era de Ultron | CRÍTICA


Quando o primeiro Vingadores estreou e nos proporcionou um espetáculo de super-heróis em equipe, todos ansiaram por novos encontros dos mesmos nos títulos seguintes da Fase 2 do Universo Cinematográfico Marvel. Decepção com uns, surpresa com Capitão América 2: O Soldado Invernal e Guardiões da Galáxia, a Era de Ultron vem não só pra trazer um inteligente vilão, mas também dar destaque e profundidade àqueles que salvam o dia.

domingo, 19 de abril de 2015

O Dançarino do Deserto | CRÍTICA


Desde a Revolução Islâmica, a dança (e aparentemente outros costumes culturais) foi banida de ser praticada em público. Tal repreensão levou diversos artistas tanto para o exílio como para a depressão, mas essa vontade de se expressar com o corpo jamais seria esquecida, ainda mais num específico momento recente da história do Irã.


quarta-feira, 15 de abril de 2015

Chappie | CRÍTICA


Num futuro próximo, chegará o dia em que robôs vão substituir homens em suas tarefas, poupando-os do perigos de seus trabalhos. Quantas vezes essa premissa já foi utilizada no cinema? Sem se importar em repetir quase tudo o que já foi visto, Chappie combina tais elementos junto com as características marcantes dos filmes do diretor Neill Blomkamp.


quinta-feira, 9 de abril de 2015

Novidades na 4ª edição do Olhar de Cinema


Depois de ter chamado a atenção do público com a Mostra Olhar Retrospectivo Stanley Kubrick em 2014, esgotando todas as sessões, a quarta edição do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba, que será realizada de 10 a 18 de junho de 2015, levará à capital paranaense uma programação das mais especiais, composta por mais de 90% de títulos totalmente inéditos no território nacional, incluindo duas novas mostras.



quarta-feira, 8 de abril de 2015

Cada Um Na Sua Casa | CRÍTICA


Os alienígenas Boovs rodam o espaço tomando planetas para se abrigarem dos temíveis Górgons. Quando eles decidem invadir a Terra, tornando o planeta seu novo esconderijo, as coisas vão pelos ares. Enquanto milhões de famílias são realocadas "pacificamente" para um imenso lote residencial na Austrália, os novos habitantes fazem a festa e estragam, à sua maneira, famosos monumentos. Se tem um problema aí, é o hiperativo e incompreendido Oh e uma menina "clandestina", ambos tentando se adaptar às novas condições.


quarta-feira, 1 de abril de 2015

O Ano Mais Violento | CRÍTICA


Em tempos de crise, parece ser difícil se manter na linha e fazer o que é certo. Quando o índice de violência pareceu atingir seu ápice em 1981 em Nova York, as dificuldades financeiras vieram em consequência e um empresário, de origem latina e que prosperou na vida, tenta alavancar seu negócio nesses tempos sombrios – aparentemente enfadonhos e pouco violentos.