quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Os grandiosos e surpreendentes filmes de 2015!


Neste ano inaugural do Plano Extra, tivemos a sorte de ver muitos filmes, tendo lançado mais de oitenta críticas no decorrer do ano, além de marcar presença no 4º Olhar de Cinema. Obviamente, alguns títulos fizemos questão de resenhar com gosto, procurando destacar o que há de melhor neles, tudo para aumentar a experiência dos nossos leitores que buscam um conteúdo de qualidade.

Nesta relação de melhores filmes e aqueles que merecem menções honrosas, desde já, avisamos: testemunhem e deixem a Força despertar!

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Listão dos Trailers – Dezembro/2015


Já era esperado que Star Wars: O Despertar da Força fizesse uma bilheteria monstruosa nos cinemas de todo o mundo e, não por menos, os estúdios (concorrentes, é claro) pegaram carona nas X-Wings e lançaram novos trailers de seus esperados filmes que lançarão agora no decorrer de 2016.

Se você esteve completamente ausente no mês ou a sua sessão de Star Wars só passou o trailer de Até Que A Sorte Nos Separe 3, aperte logo o play e escolha o seu favorito!


sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

As Sufragistas | CRÍTICA


Os movimentos feministas que ganharam força na década de 1960, com a liberação sexual e aperfeiçoamento dos métodos contraceptivos, se iniciaram muito antes com a busca por direitos iguais entre homens e mulheres desde o século XIX e início do XX, na chamada "Primeira Onda Feminista", incluindo a busca pelo poder de voto ou "Sufrágio Feminino".

É neste cenário que se inicia o longa As Sufragistas (Suffragette), dirigido por Sarah Gravron, narrando a trajetória de uma nova estratégia para esta conquista política que por anos tentou ser pacífica, mas foi em 1912, na busca de uma nova forma de chamar atenção para a causa, que o movimento se viu na necessidade de atingir as próprias ruas da Inglaterra com pedras e bombas caseiras, tudo para escancarar uma verdade que ainda é desprezada por muitos.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Até Que A Sorte Nos Separe 3 | CRÍTICA


O ano de 2015 se vai marcado por reflexos de uma crise econômica que tanto abalou os brasileiros, cada vez mais possessos com os atos das governanças eleitas no ano anterior. Enquanto de um lado há defensores de que o Brasil se mostra uma potência econômica mundial, mesmo depois do legado duvidoso da Copa, o setor industrial fez demissões em massa de norte a sul, ao passo em que explodiram as passeatas contra e pró-governo, panelaços e hashtags. Se isso tudo pareceu uma breve retrospectiva do ano, foi o cenário aparentemente propício no qual Até Que A Sorte Nos Separe 3: A Falência Final resolveu dar as caras.

Macbeth: Ambição e Guerra | CRÍTICA


Séculos antes de George R. R. Martin escrever suas intermináveis As Crônicas de Gelo e Fogo, conhecidas no meio audiovisual como Game Of Thrones, William Shakespeare já estava à frente do seu tempo com uma dramaturgia intensa e poética, encenada e recontada nos mais diversos meios artísticos possíveis. No entanto, toda obra corre o risco de ficar defasada um dia e as novas adaptações precisam caminhar juntas com os recursos mais atuais possíveis. Macbeth: Ambição e Poder é um verdadeiro espetáculo modernizado, carregando muito da trágica e bela poesia de seu original.


sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Star Wars: O Despertar da Força | CRÍTICA


Trinta anos depois dos acontecimentos vistos em Star Wars: O Retorno de Jedi, pouco e muito mudou nesta galáxia muito, muito distante. Primeiro porque vemos boa parte dos personagens da trilogia original voltando, mesmo afetados pelo tempo, mas lá estão eles com suas naves e apetrechos que tornaram a série tão icônica e adorada. A turma de novatos, tão cheia de energia, alcançando facilmente o mesmo carisma de seus veteranos mostra que Star Wars é muito mais do que a família Skywalker. Nas buscas de seus personagens em ter um motivo para lutar ou resgatar pessoas, J. J. Abrams acerta em cheio neste que pode ser considerado um dos melhores episódios da saga.


terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Os Oito Odiados | Ouça uma faixa composta por Ennio Morricone


Há quase quarenta anos sem escrever músicas para westerns, o compositor italiano Ennio Morricone volta ao gênero que o consagrou e traz uma trilha completamente inédita para o 8º filme de Quentin Tarantino, Os Oito Odiados (The Hateful Eight), trabalho pelo qual recebeu uma indicação no Globo de Ouro.


Com o filme já em exibição em alguns cinemas que exibem os "gloriosos 70mm" em película nos Estados Unidos, foi divulgada uma faixa que compõe a trilha deste congelante faroeste que por aqui estreia no dia 7 de janeiro de 2016.


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Fique por dentro do cânone oficial de Star Wars


Com o lançamento de Star Wars: O Despertar da Força, a cada semana são lançadas notícias sobre o sétimo episódio da saga e também dezenas de materiais sobre os filmes anteriores e séries derivadas, tais como as séries de TV, livros, HQs e até games

Já que está todo o mundo falando sobre a mais cultuada série cinematográfica criada por George Lucas, confira agora as curiosidades e os títulos já lançados em diversas mídias e que são considerados oficiais pela Lucasfilm e a Disney.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Conheça os indicados ao Globo de Ouro 2016!


A Hollywood Foreign Press Association anunciou na manhã do dia 10 de dezembro os indicados para o 73º Golden Globe Awards. Entre alguns alívios e surpresas, alguns filmes se destacaram, como o tocante Carol, com Cate Blanchett e Rooney Mara, e o bem-estimado pelos críticos-jornalistas, Spotlight, também com um bom elenco.

Links para as críticas estão adicionados aos filmes (e séries) indicados. Confira!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Olhos da Justiça | CRÍTICA


O remake do filme argentino O Segredo dos Seus Olhos, de 2010, não tardou a chegar a versão americana, apresentando uma mesma base porém com focos diferenciados e contextos atualizados. Sendo o original vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, o atual Olhos da justiça dirigido e escrito por Billy Ray (roteirista de Jogos Vorazes e Capitão Philips) cumpre bem seu papel de adaptação, mas não consegue ser tão icônico quanto o seu antecessor.


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Pegando Fogo | CRÍTICA


É tempo de cozinhar! A variedade de reality shows trazendo diversos e renomados chefs do mundo todo treinando aspirantes ao cargo da alta culinária conquistou um público curioso por pratos saborosos e, claro, pelo clima de tensão e rivalidade entre os participados tão bem explorado pelos canais de televisão. Enquanto Ratatouille evocava o lema de que "qualquer um pode cozinhar", Pegando Fogo (Burnt) é rígido e mostra que apenas os melhores sobrevivem nas cozinhas – isso até exagerar na dose de melodrama.


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Mulher Maravilha | Começaram as filmagens do primeiro longa



Levou 75 anos, mas sob a direção de Patty Jenkins, o primeiro filme solo da Princesa Amazona está finalmente em produção, protagonizado por Gal Gadot, que estreia sua icônica personagem no esperado Batman vs Superman, título no qual promete mostrar a heroína já em ação. 

Rumores afirmam que longa se passará em várias épocas, incluindo passagens pela Primeira Guerra Mundial.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Tudo Que Aprendemos Juntos | CRÍTICA


Se estamos acostumados a ver o Lázaro Ramos alegre e descontraído em suas atuações bem humoradas, certamente é surpreendente se deparar com sua figura séria, focada e de poucos amigos ao interpretar um violinista que não permite a si nada menos que a perfeição. E é sobre a história verídica da Orquestra de Heliópolis que Tudo Que Aprendemos Juntos, de Sérgio Machado, mostra a história do músico Laerte, que é conhecido por ser um prodígio desde criança.

No Coração do Mar | CRÍTICA


Quando Moby Dick, clássico da literatura norte-americana escrito por Herman Melville, foi adaptado para o cinema em 1956 pelo diretor John Huston, o homem vivia numa plena fase de progresso, de desafiar o impossível. Cheio de cobiça, no entanto, o ser humano parecia incapaz de admitir os próprios erros e se dar por vencido. Agora, na história de origem dirigida por Ron Howard, o aventureiro No Coração do Mar (In The Heart Of The Sea) procura trazer um conceito mais humanista enquanto condena a abominável caça às baleias. 


quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

À Beira Mar | CRÍTICA


Desde que anunciaram seu relacionamento, há dez anos, Brad Pitt e Angelina Jolie são considerados como um dos casais mais queridos de Hollywood, seja por seu talento, por sua beleza ou pelo trabalho humanitário que juntos desenvolvem. Mas qualquer casal, indiferente de cor, raça, credo ou fortuna, também passa por momentos de crise, daqueles que põem em risco toda a aparente história de amor e felicidade que construíram ao longo de suas vidas. Voltando a atuar juntos desde Sr. & Sra. Smith, À Beira Mar (By The Sea) é, senão, o filme mais autoral da diretora, que tenta contar nas entrelinhas sobre uma crise pela qual passou poucos anos atrás.

Direto de uma galáxia muito, muito distante, Star Wars chega à Netflix!


Usando o hiperespaço, finalmente a saga espacial mais adorada do cinema chega à plataforma da Netflix a tempo da estreia do mais novo episódio, Star Wars: O Despertar da Força, lançado nos cinemas no dia 17 de dezembro de 2016 e dirigido por J. J. Abrams, marcando o retorno do elenco original com a adição de novos e outros consagrados atores.

A adição dos seis episódios faz parte de um acordo da Netflix com a Disney assinado em 2012 que inclui o lançamento adiantado dos próximos filmes da saga produzidos pelo estúdio do Mickey Mouse.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Listão dos Trailers – Novembro/2015


Final do ano é momento para se descontrair! É tempo de esquecer o quão ardiloso foi 2015, apesar dos ótimos filmes e séries que vimos, e aumentar nossa lista (infinita) de filmes a ver nas férias e nos primeiros meses do ano novo.

A seleção é longa, mas não é enfadonha. Assistam e boa diversão!

domingo, 29 de novembro de 2015

O Presente | CRÍTICA


O Presente (The Gift) pode ser daqueles filmes que você acaba assistindo meio sem querer, sem expectativas maiores sabendo apenas que se trata de um thriller e pode ser um bom passatempo. E a verdade é que, sim, ele merece uma chance principalmente para admirar o trabalho de Joel Edgerton (Aliança do CrimeO Grande Gatsby) que, pela primeira vez, também está atrás das câmeras. Só cuidado para não esperar muito.


quarta-feira, 25 de novembro de 2015

A Visita | CRÍTICA



O diretor M. Night Shyamalan foi uma das grandes revelações do suspense na virada do século, tendo em mãos um currículo que encerrou essa boa fase em 2004, com A Vila. Depois disso, Shyamalan apresentou uma série de filmes que caíram no desagrado dos fãs e da crítica que tanto o superestimaram desde o início. Habilidoso no gênero ou não, o diretor de O Sexto Sentido rebusca no cinema amador de A Visita um meio de voltar a boa forma.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Os Dez Mandamentos da TV Record será adaptada como filme para cinema [ATUALIZADO]


Mesmo com diversas adaptações cinematográficas, que vão desde o clássico de Cecil B. DeMille com Charlton Heston, passando pela animação de 1998 da Dreamworks e o recente épico bíblico dirigido por Ridley Scott, a passagem do Êxodo, livro da Bíblia que relata os feitios de Moisés, parece ser grande sucesso de público.

Agora, com roteiro baseado na novela de Vivian de Oliveira, Os Dez Mandamentos, grande sucesso da Rede Record, será adaptado para os cinemas brasileiros, com a trama focada na parte histórica da Bíblia e cenas e final inéditos.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Malala | CRÍTICA


Ainda sou uma garota comum, mas se eu tivesse pais comuns, estaria agora com dois filhos.” Yousafzai, Malala.

A história da ativista paquistanesa que comoveu o mundo em 2012 ao ser baleada na cabeça pelo Talibã dentro de seu transporte escolar, é contada através do documentário Malala (He named me Malala) dirigido por Davis Guggenheim.


quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Como Sobreviver A Um Ataque Zumbi | CRÍTICA



Entre tantas modas (ou apostas) que o mercado literário ou cinematográfico lança para o público teen, parece que os zumbis ficarão por um longo tempo vagando pelo gosto popular, deixando de ser apenas um elemento de filmes de terror. Hoje, na verdade, tornou-se divertido acompanhar as jornadas de heróis em formação, cujo maior desafio é derrotar as massas de mortos-vivos sempre com recursos (e até estratégias) escassos. Enquanto a premissa básica entre títulos segue praticamente intacta e as metáforas variam timidamente, Como Sobreviver A Um Ataque Zumbi preocupa-se mais na diversão e no resgate das comédias com os hormônios a flor da pele.


quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Aliança do Crime | CRÍTICA


Seja em Nova York, Chicago ou Boston, os irlandeses sempre disputaram contra os carcamanos para obter mais território e assim controlar várias partes de suas cidades, garantindo maior lucro no tráfico de drogas e até em outros tipos de subornos. O cinema hollywoodiano, obviamente, não iria deixar passar as trágicas histórias envolvendo os chefões do crime, sejam elas reais ou não, e gerar bons dramas dignos de premiações. Em Aliança do Crime (Black Mass), pretensão não falta, mas se esquece de lidar com as consequências de suas ações.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

007 Contra Spectre | CRÍTICA


Não é mentira que a era de ouro da espionagem se foi há muito tempo, mas no cinema o subgênero (por assim dizer...) vingou e se modificou com o passar dos anos e, não por menos, 2015 apresentou uma série de filmes com espiões para todos os tipos e gostos. A chegada de Daniel Craig no papel do agente 007 em Casino Royale trouxe ao icônico personagem criado por Ian Fleming uma camada a mais de frieza e brutalidade somada a tradicional elegância e habilidades do personagem, mas sua "licença para matar" lhe traria um alto preço: estar sozinho e cercado pela morte. Em 007 Contra Spectre, o lado pessoal fala mais alto quando salvar o mundo se torna uma coisa obsoleta.


sexta-feira, 30 de outubro de 2015

O Último Caçador de Bruxas | CRÍTICA


Num primeiro momento, parece que O Último Caçador de Bruxas (The Last Witch Hunter) se trata de mais uma adaptação de um livro de fantasia contemporâneo ou até mesmo um game pouco conhecido pelo grande público. Pelo contrário, é uma produção original, ou pelo menos deveria ser, uma vez que se apropria de temas bastante comuns em filmes e jogos de RPG do gênero, além de uma trama convencional e previsível.


quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Os 33 | CRÍTICA


Em 2010, quando um grupo de mineradores chilenos foi soterrado em uma velha mina, a quase 300m abaixo do nível da terra, o mundo voltou suas atenções para o acontecimento, por mais que a falta de informação e contato com aqueles homens levava a todos a preverem o pior. No entanto, de fronte para os portões fechados da mina estavam as famílias daqueles que estavam igualmente rezando para sobreviverem. Cinco anos depois e com seu final inevitavelmente previsível, conhecemos um pouco mais da história d'Os 33 (Los 33), ou melhor, uma parábola sobre o quão profunda pode ser a ganância do homem.


quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Ponte Dos Espiões | CRÍTICA


Da última vez que Steven Spielberg dirigiu um drama histórico, e isso não faz muito tempo, vimos em Lincoln um filme pra lá de arrastado, com uma didática defasada e um ar novelesco, mas que ainda assim procurava evocar os valores de ser americano em meio a um importante tema. Enquanto críticos e fãs clamam pela volta do diretor ao gênero da aventura, em Ponte dos Espiões (Bridge of SpiesSpielberg prova que tem muito a mostrar e até ensinar enquanto conta mais um episódio da História dos Estados Unidos em plena Guerra Fria.

Sicario: Terra de Ninguém | CRÍTICA


Há uma atmosfera agonizante na fronteira entre o México e os Estados Unidos, um perímetro de horror diário que está longe de acabar, tudo porque o narcotráfico é uma hidra de muitas cabeças cuja principal há muito se embaralhou, mas é feito o possível para propor segurança, nem que isto custe tornar as cidades em verdadeiros campos de guerra. Em Sicario: Terra de Ninguém, existe o desespero em tentar sobreviver enquanto se presencia a tênue linha entre o bem e o mal.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Goosebumps - Monstros e Arrepios | CRÍTICA


Na década de 1990, bem antes de Harry Potter virar sucesso literário mundial, havia uma série de livros fininhos que era a parceria ideal para a garotada. Cada exemplar trazia diferentes e ágeis histórias de terror com seus heróis combatendo monstros, todos eles oriundos da mente criativa do autor R. L. Stine. O sucesso foi tanto que uma série de TV foi encomendada ainda naquela época, mas depois de uma enxurrada de franquias entre os anos 2000, Goosebumps estava quase esquecida. Isso até a Sony Pictures resolver mexer na estante de livros de Stine e soltar todos os icônicos monstros para assustar uma nova geração, desencadeando, na verdade, uma comédia mais despretensiosa.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

A Colina Escarlate | CRÍTICA


A virada do Século XX, o cenário perfeito para a modernidade. Não por menos, a jovem Edith Cushing (Mia Wasikowska) quer se lançar como escritora de livros com histórias que procuram fugir da pieguice dos dramas românticos da época, ainda que tenha de se sujeitar ao machismo vigente e datilografar o texto para disfarçar sua caligrafia curvilínea obviamente feminina. Quando o galante Thomas Sharpe (Tom Hiddleston) chega à sua cidade procurando por um investidor para extrair argila vermelha de sua propriedade no interior da Inglaterra, tudo parece mudar para Edith. O mistério e a sedução daquele baronete guiam a moça para a sinistra atmosfera de A Colina Escarlate (Crimson Peak).

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Listão dos Trailers – Outubro/2015


Certamente uma das melhores temporadas para os cinéfilos é agora, este período de setembro a dezembro onde nos preparamos para os últimos grandes lançamentos do ano, aqueles que têm boas chances de entrar nas premiações que acontecem entre janeiro e fevereiro. Ao mesmo tempo, os estúdios soltam na rede as prévias de suas próximas atrações, ainda que para 2016, mas desde já estimulando o famoso marketing boca a boca.

Entre refilmagens e continuações, faltam aqui os trailers dos esperados Capitão América: Guerra Civil, X-Men: Apocalipse, entre outros que virão a ser anunciados.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

A Travessia | CRÍTICA


Em algum momento da sua vida, e talvez num local inesperado, você certamente já teve uma ideia que se mostrou brilhante o suficiente a ponto de querer colocá-la em prática o mais rápido possível. Foi mais ou menos assim com Phillippe Petit, o artista francês que decidiu atravessar as torres gêmeas do World Trade Center em 1974 equilibrando-se num cabo de aço justamente por um desafio pessoal. Com A Travessia (The Walk), o mundo volta a se lembrar dessa história cheia de ímpeto e saudosismo, além de resgatar o lado visionário do diretor Robert Zemeckis.


quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Peter Pan | CRÍTICA


Certas histórias, depois de muito tempo, alcançam o status de lenda, por mais fictícias que sejam. Escritas por J.M. Barrie, as aventuras de Peter Pan conquistaram os corações de crianças e os pais destas que, consequentemente, devem ter se lembrado como as brincadeiras na infância eram divertidas. Uma fase em que imperava a imaginação e os medos personificados em vilões. Igualmente imaginativo, o novo Peter Pan (Pan) da Warner surpreende por ser uma prazerosa história de origem, mostrando também que a lenda permanece jovem.


Horas de Desespero | CRÍTICA


Em 2014, um dos candidatos ao Oscar de Melhor Documentário era o inquietante O Ato de Matar, de Joshua Oppenheimer. Em sua exibição visceral dos atos de um grupo extremista que por anos praticou o terror na Indonésia, o diretor revelou também um lado cineasta dos integrantes, convidando-os a reencenar suas matanças e aí encontrando uma possível reflexão. Tirando todo o sadismo apresentado no documentário, parece que tal sede dos indonésios por sangue motivou os realizadores de Horas de Desespero (No Escape) a recriar um tipo de filme de ação comum nas décadas de oitenta e noventa, onde imperava a regra do "atire antes e pergunte depois".


quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Perdido em Marte | CRÍTICA


Quando Ridley Scott lançou Alien, abrindo na vertente da ficção científica espacial uma lacuna para o horror, talvez não era esperado que a visão trágica do diretor influenciasse dezenas de cineastas durante as mais de três décadas desde que o filme virou um fenômeno cult. Entre as desaventuras interestelares cinematográficas, até mesmo aquele que impulsionou o estilo caiu na mesmice de repetir a sua mesma fórmula em Prometheus. Mas quem disse que Ridley Scott perdeu a mão de vez? É com muito otimismo que Perdido em Marte (The Martian) mostra que o diretor deu uma empolgante volta por cima.


sábado, 26 de setembro de 2015

Temporadas de Arrow e Flash chegando em outubro na Netflix!



Antes de conquistar a galera nerd com sua série original do Demolidor meses atrás, a Netflix já investia no seu público com as temporadas de Arrow, Agents Of S.H.I.E.L.D. e Gotham (adicionada recentemente) no catálogo, além de filmes de super-heróis consagrados como Batman Begins e Os Vingadores.


Para a alegria de muitos fãs, o corredor escarlate está chegando ao serviço e trazendo junto a terceira temporada do Arqueiro Verde a tempo do lançamento dos novos episódios na TV paga.


sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Hotel Transilvânia 2 | CRÍTICA


Depois de evocar a popularidade dos monstros clássicos do cinema e da literatura, o Hotel Transilvânia deixou de lado o medo de humanos depois que o mochileiro Jonathan conquistou o coração de Mavis, nada mais, nada menos do que a filha única de Drac, o vampiro proprietário do estabelecimento. Sem recorrer à típica tradição das continuações, com suas adições quase-infinitas de novos personagens e tramas mais ousadas, Hotel Transilvânia 2 se apega ao que já construiu bem no seu filme original, mantendo o nível com boas piadinhas.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Um Senhor Estagiário | CRÍTICA


Os tempos estão mudando e não há porque contradizê-los. Jovens conseguem alavancar suas start-ups com o alcance da Internet, as mulheres saem para trabalhar enquanto os maridos lidam com os afazeres domésticos e a aposentadoria já não é mais o fim da jornada de trabalho do pessoal mais velho. Com todo o respeito, Um Senhor Estagiário (The Intern) é um bem-vindo e emocionante conto urbano para estes novos tempos modernos. 


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Evereste | CRÍTICA


O que motiva as pessoas a largarem suas famílias e partirem em uma expedição para escalar um dos maiores picos da Terra? Indiretamente, é uma das perguntas que são feitas aos clientes da Adventure Consultants de Rob Hall (Jason Clarke) no acampamento, ainda distante do cume do Monte Everest. Reencenando a fatídica expedição de maio de 1996 com um grande e conhecido elenco, Evereste equilibra o espírito de aventura com o temor de vencer o que é quase impossível para o corpo humano.


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Maze Runner: Prova de Fogo | CRÍTICA


Quando Thomas (Dylan O'Brien) adentrou a Clareira, mal se sabia e muito se especulava sobre o que havia para além daquele labirinto mortal. Entre os padrões escondidos e os flashes de memória daquele estranho novato entre os Clareanos, a turma de jovens conseguiu contornar os obstáculos a muito custo, para então chegar a um frustrante desfecho que mais lhes seria um reinício. Se em Maze Runner: Correr ou Morrer faltava uma motivação mais concreta, seu sucessor Maze Runner: Prova de Fogo (Maze Runner: The Scorch Trials) consegue encontrar um propósito relativamente crível em meio a uma produção revigorada.


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Turma da Mônica invade o Hotel Transilvânia!


Após o sucesso da parceria da Turma da Mônica com a Sony Pictures Entertainment no filme Pixels, que promoveu o encontro da Mônica com o ator Adam Sandler, chegou a vez dos personagens mais adorados da Transilvânia conhecerem os personagens mais adorados do Brasil.


Hotel Transilmônica é a mais nova parceria da Mauricio de Sousa Produções com a Sony Pictures Animation.



quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Nocaute | CRÍTICA


Com um passado sofrido e o total apoio de sua mulher, Billy Hope (Jake Gyllenhaal) alcançou o topo do boxe na categoria peso-pesado e conseguiu o cinturão por meio de sua peculiar técnica de apanhar em muitos rounds, para então finalizar seu adversário com toda a força restante. No entanto, a vitória não é adquirida apenas por jabs. Existe por trás do ringue um jogo (sujo) de inteligência e mercadológico, que não hesita em desprezar seus atuais campeões em troca de novos lutadores mais lucrativos. Nocaute (Southpaw) é a luta de um derrotado campeão contra o sistema que outrora o consagrou.


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

O Agente da U.N.C.L.E. | CRÍTICA

 

O cinema já mostrou diversas vezes o quão paranoico foi o período da Guerra Fria, especialmente antes da chegada colorida dos hippies e seus movimentos de contracultura. Mas, excetuando as primeiras películas de James Bond, dificilmente vimos uma retratação tão charmosa e envolvente quanto o Agente da U.N.C.L.E. (The Man From U.N.C.L.E) que o diretor Guy Ritchie exibe em grande estilo e até menos complicado.


sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Curitiba recebe diretor de 5 Câmeras Quebradas em exibições e debates


Um olhar diferenciado do que se vê nos "imparciais" jornais da TV. Indicado ao Oscar de Melhor Documentário em 2013, 5 Câmeras Quebradas (5 Broken Cameras) é um incrível e honesto registro de um homem sobre as consecutivas repressões do exército Israelense no território da Faixa de Gaza, assim como de sua própria família e amigos.

Depois de uma passagem por várias cidades no Brasil, o diretor palestino Emad Burnat estará em Curitiba para debates e exibições do filme entre os dias 10 e 11 de setembro. 

Veja os horários e locais das exibições:

Ricki And The Flash - De Volta Pra Casa | CRÍTICA


Não é de hoje que viver de (e para a) música é algo alcançado apenas por um grupo restrito de artistas, muitos deles com um árduo caminho trilhado, sem contar um ou outro sacrifício feito em prol de uma carreira que pode ser promissora. Com Ricki Rendazzo (Meryl Streep), isso não é diferente. O longo devaneio de ser uma rockstar é abalado quando Ricki precisa retornar para sua família e voltar ao papel de mãe, nos proporcionando tocantes momentos de reconciliação.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Shaun, o Carneiro - O Filme | CRÍTICA


Do seriadinho da TV rumo às telonas,  Shaun, o Carneiro (Shaun The Sheep - The Movie) é mais uma produção da Aardman, estúdio pioneiro na arte de stop-motion que gerou grandes sucessos da animação, como A Fuga das Galinhas e Wallace & Gromit. Desviando dos habituais roteiros sentimentais vistos em animações este ano, o desafio da produtora agora é sair dessa rotina. E como é divertido ver algo assim!

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Scooby-Doo volta aos cinemas em 2018





Preparem a Mystery Machine! Scooby-Doo e seus companheiros especialistas em desvendar mistérios vão embarcar em uma nova aventura e a Warner Bros. Pictures se prepara para trazer a amada franquia de Hanna-Barbera de volta aos cinemas! 


Será que agora empolga?



quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Como Sobreviver a um Ataque Zumbi ganha imagens e trailer


Há quem diga que, assim como as aventuras de super-heróis, filmes (e séries) de zumbis já cansaram. Mas é durante esses momentos de fadiga é que os subgêneros têm a chance de reinventar e divertir ainda mais.

Numa era onde a parada para tirar selfies se tornou quase imprescindível, Como Sobreviver a um Ataque Zumbi parece trazer o melhor de Zumbilândia e ainda brincar com os clichês dos teen movies. Assista ao trailer!


quinta-feira, 20 de agosto de 2015

O Pequeno Príncipe | CRÍTICA


Era uma vez Antoine de Saint-Exupéry, um francês aviador e sonhador que escreveu, há mais de setenta anos, uma fábula singela, mas de coração grande. Com suas fortes frases metafóricas e aquarelas "pouco sedutoras" (afinal, o autor fora "desencorajado, aos seis anos," de sua carreira de pintor), O Pequeno Príncipe (Le Petit Prince) desta vez ganhou uma adaptação cinematográfica pra lá de caprichada e tomando a liberdade de contar uma história paralela que, entre seus acertos, infelizmente se esquece do essencial para a obra. 


quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Steven Spielberg dirige adaptação do livro Jogador Nº 1


É isso mesmo! Depois de anos sem dirigir filmes de aventura em live-action, Steven Spielberg (Indiana Jones, A Lista de Schindler) felizmente volta ao gênero que o consagrou e vai adaptar o sucesso literário futurista que já virou um fenômeno mundial, Ready Player One, considerado pelo USA Today como um novo Matrix.

O jogo estará valendo nas férias de 2018!